Alternanthera dentata

Alternanthera dentata

Dossiê das Plantas

Alternanthera dentata

Alternanthera dentata
  • Nome Comum: penicilina, caaponga, anador, periquito-gigante, melhoral, terramicina, cabeça-branca, carrapichinho, carrapichinho-do-mato, ervanço, nateira, perpétua, perpétua-do-brasil, perpétua-do-mato, quebra-panela, sempre-viva.
  • Nome Científico: Alternanthera dentata
  • Grupo: Forração

Uso esta planta rústica em grupos formando maciços e combinando com outras de tons variados de verde, amarelo e cinza. É uma opção perfeita para quebrar a invariabilidade dos verdes e a monotonia das paisagens monocromáticas, inclusive quando utilizada nos jardins verticais. Extremamente rústica cresce rápido em solos de baixa fertilidade, porém úmidos, incluindo aqueles acidentados e em declive. Seu crescimento é mais compacto se cortadas as pontas dos ramos periodicamente. Os nomes populares, tomados de remédios, aludem a seus possíveis efeitos analgésicos, diuréticos e digestivos.

Sinônimos estrangeiros: Joseph's coat (em inglês); calico, duranta roja (em espanhol)
Família: Amaranthaceae
Características: Herbácea perene de folhagem ornamental
Porte: 30 a 50 cm de altura.
Fenologia: Ano todo.
Cor da flor: Branca.
Cor da folhagem: Cor de vinho, extremamente chamativa.
Origem: Sul do México até Brasil, principalmente ao longo da região litorânea, nas restingas, dunas estabilizadas e ao longo de matas ciliares, até Santa Catarina.
Clima: Tropical/subtropical. Não suporta temperaturas muito baixas.
Luminosidade: Pleno sol. Em locais sombreados perde a cor característica.

Autor: Raul Cânovas

Comentários
Voltar para Dossiê das Plantas