Seu jardim e as fases da lua

  • 22 de fevereiro de 2011
  • Categoria: Dicas

Do mesmo modo que o planeta Terra gira em volta do Sol, ocasionando as quatro estações, a lua anda ao nosso redor.
 
Nosso satélite natural, a cada sete dias, produz mini-estações. São as fases da lua, como as chamamos, mostrando aspectos diferentes, porém com certa sutileza que pode acabar confundindo os jardinistas. Ela, conforme o ângulo pelo qual a vemos, iluminada pelo Sol, se apresenta de uma forma característica, influenciando o metabolismo vegetal.


Fases da Lua

LUA NOVA
É quando se encontra em conjunção com o Sol, ficando totalmente escura. Esta fase representa a primavera, favorecendo o desenvolvimento das raízes e as adubações. É também um momento bom para semear ervas medicinais, temperos e aromáticas. Lamentavelmente é também um período suscetível a pragas. Não é um bom momento para plantar, em contrapartida é ideal para corte de lenha e para fazer mudas de arbustos ornamentais, de estacas. Diminua as regas nesta fase.

LUA CRESCENTE
Estando num ângulo de 90° em relação ao Sol, fica com uma porção iluminada equivalente a um quarto de sua superfície. Representando o verão, é a época ideal para as tarefas no jardim: plantio (mesmo por estaquia, em se tratando de frutíferas), transplantes, poda de árvores e arbustos, enxertias e corte de grama. Nesta lua o jardineiro deve cuidar da parte aérea das plantas, pois a seiva é atraída para cima.

LUA CHEIA
Quando a Lua fica em oposição ao Sol, em torno de 15 dias após a Lua nova, sua face visível fica totalmente iluminada. É a estação outonal, ocasião propícia para semear e colher sementes, frutas (estão mais suculentas) e ervas. É indicado o plantio de forrações floríferas. As plantas consomem mais água e as adubações foliares dão melhores resultados.

LUA MINGUANTE
Uma semana depois da lua cheia acontece esta fase, mostrando-se a Lua ao contrário da crescente. Equivale ao inverno e beneficia os bulbos, as raízes e rizomas, que aumentam de volume. Podar bienais e perenes é o correto, já que a seiva reflui para a raiz, fazendo com que desperdice menos seiva, cicatrizando mais rápido. Os últimos dias desta lua são ideais para eliminar ervas e pragas. A minguante é ligada a tudo o que desenvolve de modo subterrâneo, e as sementes resistem melhor às doenças. Nesta fase é que se corta madeira e bambu para construção, além de cabos para ferramentas: está comprovado que a durabilidade é maior, resistindo ao ataque de cupins. O mesmo acontece com abóbora, arroz, milho e outras que queiram que sejam guardadas, resistindo melhor ao ataque de gorgulho, caruncho, etc.

Autor: Raul Cânovas
 

Comentários
Voltar para a página inicial