Hortas urbanas que você precisa conhecer em São Paulo

  • 15 de outubro de 2018
  • Categoria: Dicas
As hortas urbanas são mais do que espaços reservados para a produção de alimentos naturais, elas trazem de volta o conceito de integração entre a vizinhança, o compartilhamento e a colaboração. Além disso, aproximam o homem do meio ambiente e retomam a cultura do plantio. Manter hortas urbanas é uma ideia que ganha força, pois deixam a alimentação ais saudável e equilibrada, auxiliando na educação nutricional. 

Estes espaços podem ser públicos, coletivos ou até mesmo privados - quando o plantio é feito em terreno particular. Alguns utilizam estes ambientes para relaxar, sair do estresse e da correria diária. Essa intervenção proporciona benefícios paisagísticos, ambientais, culturais e sociais. Aumenta áreas verdes, reaproveita matéria orgânica, preserva espécies, facilita o acesso aos alimentos saudáveis, resgata valores e locais como terrenos baldios. Como não amar? 

Aqui no Brasil a ideia já está em prática. O Estado de São Paulo, por exemplo, conta com mais de 10 horas urbanas espalhadas por diversas cidades. Separamos uma lista de locais que você pode conhecer e se inspirar. Quem sabe você não utiliza essa dica bacana na rua onde mora? ;)

Confira:

1. Horta do Ciclista – Avenida Paulista: conhecidos como “hortelões urbanos”, os voluntários mantém o local, todo o primeiro domingo do mês é dia de mutirão para manutenção. As regas são feitas através de uma escala.
2. Horta Corujas – Avenida das Corujas: possui uma página no Facebook, indicando horários e dias de limpeza aos voluntários.
3. Horta Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro: para manter o espaço, são realizados mutirões no último domingo de cada mês.
4. Horta FMUSP – Avenida Dr. Arnaldo: são mais de 500 metros dividos entre plantas medicinais, frutas, verduras e flores comestíveis. A manutenção acontece toda a quinta e sexta-feira. 
5. Horta e Viveiro Zilda Arns – Jardim Grimaldi: mantida por voluntários, recebe visitas diárias. Conta também com oficinas e atividades variadas.
6. Horta da Saúde – Saúde: o grupo reúne-se sempre no segundo domingo do mês, tem como objetivo integrar a população, registrar e documentar as espécies.
7. Horta e Compostagem Shopping Eldorado – Pinheiros: o ambiente foi criado buscando oferecer um destino adequado aos resíduos orgânicos, toda produção é distribuída entre funcionários do shopping.
8. Horta do Beco Cambuci – Cambuci: um antigo depósito de lixo que se transformou em ações coletivas de agricultura promovidas pelos moradores.
9. Horta Orgânica Tia Bela – Jardim Imperador: o espaço gera fonte de renda e uma alimentação adequada para quem reside próximo ao endereço.
10. Hortão da Casa Verde – Casa Verde: as verdinhas ocupam um local que antes era repleto de entulhos e lixo.

As iniciativas são bacanas e geram ótimos resultados e engajamento. Quem gosta de plantas e tem interesse na vida orgânica com certeza vai se interessar e aderir às hortas urbanas. O mais legal é que as crianças podem participar, aprender e se divertir. Curtiu? 
Comentários
Voltar para a página inicial