Dendrobium loddigesii, a orquídea que encanta a quem vê

  • 20 de agosto de 2018
  • Categoria: Dicas
Originária das florestas tropicais da China, Laos e Vietnam, esta espécie de orquídea oriental tem flores delicadas, que contrastam com o emaranhado de pseudobulos. Suas folhas são pequenas e elípticas, no outono e inverno a planta perde uma grande parte ou até mesmo a totalidade de suas folhas, para assim, no final do inverno florescer. 

Sua floração tem duração aproximada de 15 dias, após o florescimento a planta inicia a brotação de novos pseudobulbos que florescerão na próxima temporada.

Com um suave perfume e flores vibrantes, esta espécie é muito desejada por colecionadores e orquidófilos. Por ser de fácil cultivo e de crescimento rápido, ela é apropriada para jardineiros iniciantes como aos mais avançados. A sua aparência lembra muito uma cascata, com flores que vão sobrepondo as plantas antigas, dando um belíssimo visual ao conjunto.

Esta espécie por ser plantada em diversos ambientes, como: em árvores, amarradas com ráfia ou qualquer outro material biodegradável, em placas ou até mesmo em vasos próprios para orquídeas, sendo eles de fibra, barro ou plástico. Outro modo de utilizar esta planta, é em arranjos florais ou decoração de interiores. 

O modo mais adequado de ser cultivada é sob meia sombra, com substrato drenável e com capacidade de retenção de umidade. Quando a planta estiver despida nos períodos comentados anteriormente, deve ser reduzida e em determinados casos suspensa a rega. 

Durante o período de floração que ocorre a cada quinze dias, utilize fertilizantes orgânicos ou químicos específicos para orquídeas. Faça o replantio antes que as brotações guias não tenham mais espaço para se desenvolver.
Comentários
Voltar para a página inicial