Cochonilha: como combater a inimiga nº 1 das plantas ornamentais

  • 18 de junho de 2018
  • Categoria: Dicas
Se você é daquelas pessoas que se dedica para manter um jardim bonito e, em algum momento, teve que enfrentar problemas com pragas, sabe o quanto essa situação é desagradável. Uma das mais nocivas para o jardim é a cochonilha (Dactylopius coccus), que, para muitos jardineiros, é considerada a inimiga nº 1 das plantas ornamentais.

Mas antes de entrar em desespero, saiba que existem métodos eficientes e naturais de combater estes pequenos invasores. Tudo isso sem provocar grandes baixas no seu projeto de área verde, é claro!

O processo de recuperação das plantas consiste em três passos: observação, dedetização e manutenção.

Observação: Você precisa conhecer o seu inimigo: A cochonilha é um inseto pequeno – tem no máximo 5 milímetros de comprimento. É marrom ou amarelado e se alimenta da seiva das plantas.

Sua presença nos vegetais os deixa com um aspecto lustroso, encerado. Trata-se de um óleo que o inseto expele para se proteger de possíveis ameaças. Nessas horas, a boa e velha lupa é um instrumento que vai lhe auxiliar bastante no processo de identificação dos intrusos que fazem mal para o seu jardim. Afinal, quanto mais tempo as cochonilhas estiverem no seu jardim, maiores os danos que elas causam.

Dedetização:

Separamos aqui dois métodos naturais, completamente livres de agrotóxicos para que você consiga recuperar as folhagens o mais rápido possível e sem danos colaterais.

Própolis: o poderoso remédio antimicrobiano produzido por nossas amigas abelhas é um bom aliado na hora do combate às pragas. Adicione 2 colheres de chá de própolis diluídas em 1 litro de água, agite bem e coloque tudo em um pulverizador manual. Aplique sobre as áreas infestadas.

Pasta de sabão: é preciso ralar o sabão em barra em 2 litros de água e misturar até que formar uma pasta cremosa. Pulverize bastante na planta que sofreu com o ataque dos insetos. Mas atenção! O melhor momento para fazer isso é durante a noite. Seguindo todos estes passos, a receita não vai fazer mal para planta, mas vai acabar com as cochonilhas.

Manutenção:

Uma vez controlada a infestação, é necessário fazer um controle semanal, reduzindo aos poucos a quantidade de aplicações do remédio. Essa dica vale para as duas receitas que recomendamos neste texto.

E aí? Pronto (a) para enfrentar as cochonilhas? Desejamos que sua caça às cochonilhas seja bem-sucedida!

Posts Relacionados

Comentários
Voltar para a página inicial