Dicas de iluminação para seu jardim

 Um belo jardim não precisa ter hora para ser admirado, por isso as lâmpadas e luminárias, quando aplicadas da forma correta, são capazes de transformar e valorizar a área externa de sua casa.
Seja conceitual, objetiva, cênica ou dramática, a iluminação do jardim pode seguir os mais variados estilos, fazendo grande diferença para a beleza do espaço quando o sol se põe. Ao cair da noite a responsabilidade por destacar cada detalhe da paisagem fica por conta da iluminação, que foi planejada e executada para destacar o que tem de mais belo no espaço.

É importante ter claro quais são os objetivos da iluminação para o jardim, pois ela traz segurança, movimento e forma tanto para fins decorativos quanto funcionais. Além de escolher o material que vai ser utilizado, é importante perceber quais as plantas que compõem o ambiente, suas formas e características.

Separamos alguns princípios básicos que devem ser observados durante a criação do projeto de iluminação.

- Alguns aspectos da iluminação são válidos para o dia e para a noite, como intensidade de luz e cor das lâmpadas.
- Sobre as cores de lâmpada, existem as incandescentes (baixo custo e alto consumo de energia), halogênicas (maior duração e baixo consumo de energia), fluorescentes (baixo consumo de energia e grande gama de cores) e LEDs (custo por lâmpada mais alto, porém compensa na longa vida útil e baixo consumo de energia). Basta escolher qual se adequa melhor ao projeto.
- Corredores e trajetos são locais que precisam ser bem iluminados, de forma acolhedora e segura, entretanto, não é necessária uma intensa iluminação.

Certamente, quando utilizadas de forma inteligente, criando jogo de luz e sombra entre os elementos, a iluminação irá renovar a atmosfera do ambiente, tornando o jardim diferenciado e belo.
Comentários
Voltar para a página inicial