Espécies invasoras do jardim: de olho nelas!

Nada pior do que cuidar de uma plantinha e ter a surpresa de encontrar parasitas ou fungos em suas folhas e flores. As “pragas”, como são popularmente conhecidas, atrapalham o crescimento saudável de diversas espécies e, se não eliminadas, podem devastar o seu jardim. Fique de olho nesses invasores!

• Cochonilhas: atacam principalmente a base das plantas e a parte inferior das folhas. 
• Brocas: são larvas de besouros, mariposas e borboletas que aparecem nos troncos e se alimentam de nutrientes.
• Lagartas: devoram o contorno das folhas e deixam rastos fáceis de verificar: suas fezes podem ser vistas no chão.
• Pulgões: sugam os nutrientes das plantas, transmitem diversas doenças e favorecem o desenvolvimento de fungos.
• Lesmas: se locomovem a noite, expelindo uma viscosidade que deixa uma trilha de muco brilhante. Este muco pode transmitir doenças ocasionadas por bactérias, vírus e fungos.
• Formigas cortadeiras: a fama destas invasoras é péssima! Elas podem retalhar suas plantas para levarem suas folhas para o formigueiro e, desta forma, prover o alimento da colônia.

A primeira medida para evitar infestações é ficar de olho para ver se a planta está bem irrigada e recebendo a quantidade adequada de luz, água e adubação.  Tome cuidado também com a introdução de plantas novas para evitar possível contaminação. Se você identificar infestação, dê preferência por métodos de tratamento orgânicos – como as iscas apresentadas no episódio 41 da websérie Jardim das Ideias – 50 Dias de Verde – link.

Não se esqueça que a poda de limpeza para retirar partes de plantas infestadas é essencial. Você pode ainda usar joaninhas, tesourinhas e bicho lixeiro para combater as pragas de forma natural. Quando se trata da presença de lesmas, a melhor solução é retirar os moluscos individualmente. 

Ficou com alguma dúvida? Deixe sua questão nos comentários :)  
Comentários
Voltar para a página inicial