Três espécies de flores que podem ser consumidas

  • 15 de janeiro de 2018
  • Categoria: Dicas
As flores estão em alta, inclusive na cozinha! E não estamos falando de mero ornamento, mas algo ainda melhor: elas podem ser consumidas e são uma excelente adição à dieta, já que muitas são ricas em nutrientes. Confira algumas opções:

Capuchinha (Tropaeolum majus) - É ideal para saladas de verão! Além de famosa entre os devoradores de flores.  O bônus com relação ao cultivo, é que quando se adapta bem ao ambiente, se espalha facilmente.  A planta inteira é comestível. Você pode preparar picles de seus frutos ou patês de suas folhas. Possui um gosto ligeiramente apimentado. 

Rosas (Rosa grandiflora) - São conhecidas pelos seus usos culinários, como em xaropes, decorações ou coberturas, sorvetes, geleias, manteiga, gelo e muito mais. 

Violetas (Viola) - Algumas ideias incluem doce, chá, bolo e xarope de violeta. Elas podem ser incluídas em saladas, geléias, manteiga ou para dar sabor e servir de ornamento. Procure pela variedade "viola odorata".

Tome cuidado!

Nem todas as flores podem ser consumidas, só aproveite quando tiver certeza do tipo de flor que é. Verifique a procedência e não coma arranjos de floricultura - provavelmente tiveram aplicações de produtos químicos não indicados para ingestão. Evite também colher de parques ou canteiros públicos em que podem ter inseticidas e fungicidas.

Para armazená-las, enrole-as de forma solta em um papel toalha umedecido dentro de um pote fechado na geladeira. Elas podem durar por até 10 dias. Ao sentir qualquer sintoma diferente após o consumo, vá para a Emergência mais próxima. 

Gostou do texto? Curta nossa página Jardim das Ideias e fique sempre por dentro das melhores dicas! Até o próximo post. 

Posts Relacionados

Comentários
Voltar para a página inicial