Cuidados com a palmeira-ráfia

Poucas são as plantas que se adaptam a locais fechados. Para dar um up na decoração, que tal investir no verde de algumas plantas que são ótimas amigas do plantio indoor? Este é o caso da palmeira-ráfia, que consegue se desenvolver em ambientes internos. Esta folhagem é de origem chinesa e é muito utilizada para decoração interna. Conhecida como Ráfis, Rápis, Palmeira-rápis, Palmeira-dama ou Jupati, esta planta necessita de cuidados básicos para se manter linda e saudável. Confira as dicas que separamos para cultivá-la. - Cuidado nas regas e adubagem em excesso. Esta palmeira suporta longos períodos sem regas se dentro de casa, portanto, se ela estiver protegida da chuva e sol intenso, poderá ser molhada com intervalos de 15 dias. No inverno, a recomendação é de apenas uma vez por mês. Caso a exposição da luz seja mais intensa, a pausa entre as regas deve ser menor e se a sua estiver plantada no quintal sob luz solar direta, deve ser molhada todos os dias. O adubo é uma questão pontual para esta espécie. Deve-se adubar seu solo no ato do plantio e somente um ano depois, pois ela não necessita de reposição frequente de nutrientes.

- Sinal de saúde: as folhas devem estar brilhantes, verdes e lisas.
Se você notar manchas marrons (como queimaduras) ou colorações atípicas, verifique se não está regando demais sua plantinha ou se as condições climáticas do local estão adequadas para ela, pois pouca luz pode alterar a cor das folhas, deixando-as escurecidas, por exemplo. - Verifique sua disponibilidade de espaço Não adianta adquirir uma muda pequena não pensando em seu desenvolvimento, não é mesmo? Se você optar por plantar sua palmeira-ráfia em ambientes internos, lembre-se que quando adulta, ela poderá atingir até 2 metros de altura.

Agora é só correr até a floricultura mais próxima para procurar esta bela folhagem
! Temos certeza que dará um toque verde e minimalista à sua casa. Se você gostou desta publicação, compartilhe com os amigos. 
Comentários
Voltar para a página inicial