Árvores frutíferas em casa: você também pode ter!

  • 11 de abril de 2016
  • Categoria: Arbustos
Apostamos que ao ler o título deste post você ficou desconfiado, afinal árvores frutíferas são mais comuns nos jardins. Mas já imaginou que bacana colher uma fruta direto do pé na sua casa ou apartamento? Você pode ter essa experiência também basta seguir alguns cuidados que vamos explicar aqui e agora. Confira!

Se você se animou com a ideia é hora de ver quais são os cuidados necessários. Primeiro você precisa pensar no espaço físico, que deve caber um vaso de aproximadamente meio metro de diâmetro, além da copa da árvore e sol direto por cerca de 6h ao dia. No caso de uma sacada (varanda), se recomenda um consulta a um engenheiro estrutural, para garantir que a estrutura suporta o peso do vaso com a planta.

Para escolher a árvore ou arbusto frutífero, ter em mente o espaço disponível é fundamental. Até porque a estrutura da árvore exige um espaço só para ela, já que as raízes crescem. Nessa hora também é importante saber comprar o vaso adequado, que pode ser de plástico, cerâmica natural ou vitrificada, cimento, concreto ou ainda reciclado. Vale lembrar que rodízios, um suporte com rodinhas, facilita a movimentação do vaso.

Tem alguns outros cuidados que exigem atenção, como a luminosidade e a posição solar. A planta precisa receber sol, água e adubo para florescer e frutificar.  Você sabia que além do fruto, uma árvore traz benefícios como: purificação do ar e sombra melhorando a temperatura dos ambientes?  


Citamos aqui algumas árvores que você pode cultivar, como o Limão siciliano, uma árvore de pequeno porte, de 3 a 6 metros. As flores são perfumadas e, além disso, você poderá usar o fruto em suas receitas. O ideal é plantar em um vaso de pelo menos 50 centímetros de diâmetro. Há outras variedades como Pitangueira, limão tahiti, bergamoteira, laranjeira e a laranjinha do Japão (kunkuat) que ficam bem dentro de casa, desde que bem cuidadas.


Se você quer plantar outra espécie, mas não tem certeza que ela se dá bem em ambientes internos, deixe sua dúvida nos comentários que vamos lhe ajudar. Bom plantio!

Fonte: Jardim de Helena 
Comentários
Voltar para a página inicial